quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Capitulo 32 - Pt II

Oii!!! Eu ia demorar mais pra postar esse capitulo já que o outro ainda não ta pronto, apesar de eu ja saber exatamente o que vou fazer nele, mas eu fiquei com tanta vontade de postar, que aqui estou eu! Haha' Tava inspirada quando escrevi esse capitulo, fazer o que!
É um capitulo enorme, como eu não fazia a bastante tempo! Haha' E ainda por cima, cheio de Flash Backs! Quero que, quando vcs Leem os Pensamentos da Demi, não fiquem "Ai meu Deus, o Joe é um monstro!" É porque a Demi ta com raiva dele então, tudo que aparecer, vai aparentar que ele é um canalha! Mas no final... Bem, leiam! kkkkkk'
No começo tem uma frase do escritor Caio Fernando Abreu que eu acho a cara do que acontece com Jemi hoje em dia! rsrs'
Espero sinceramente que gostem de ler tanto quanto eu gostei de escrever! :D
P.s.: Provavelmente Antepenúltimo capitulo da Fic!
-------------------------------------------------------------------------



Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam. E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastro nem pistas. Talvez, ele passa a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso. Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças. As boas. Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você. Todos os dias. E, ainda assim, preferir o silêncio. Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros. Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes. Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape. Talvez, ele perceba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. Você não sabe. Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão em Paris. Talvez, ele volte. Ou não. - Caio Fernando Abreu.

# Demi Lovato On #

Dentro da caixa havia diversas coisas, não sabia exatamente por onde começar, então peguei uma correntinha que estava em cima de algumas outras coisas, lembrava muito bem dela

# Flash Back On #

Eu estava nervosa, estava prestes a gravar a cena em que eu conhecia o Joe, ou melhor, Shane, em Camp Rock e, apesar dos elogios dos diretores e produtores, não seria fácil ter que interpretar uma personagem principal, ainda mais com todos os incríveis atores presentes. Estava sentada na minha cadeira perto do meu trailer, apertava as mãos e mordia o lábio inferior fortemente, estava nitidamente nervosa
-Você deveria parar antes que arranque o próprio lábio!- Disse uma voz ao meu lado, me assustando, quando viro era o Joe, que tinha acabado de chegar para que gravássemos
-Er...Você tem razão!- Dei um sorriso sem graça. Eu tinha me dado bem com todos do elenco, mas ainda não era intima de ninguém, apenas éramos colegas de trabalho, como eu tinha percebido, a pessoa a qual eu era mais próxima era o Nick, mas eu ficava vendo as palhaçadas do Joe e do Kevin e queria muito poder me incluir nelas, me divertir de verdade
-Porque está tão nervosa?- Ele perguntou franzindo o cenho e eu respirei fundo e revirei os olhos
-É difícil ter que interpretar uma personagem principal quando todo mundo espera tanto de você!- Eu respondi logo dando de ombros, não achava que ele se interessasse de verdade pra saber o que estava acontecendo, apenas queria ser simpático
-Olha, eu também fico bem nervoso, mas acho que isso é comum... Mas eu já vi você atuando e é incrível! Não deveria ter medo, precisa acreditar mais em você mesma!- Ele disse enquanto nos encarávamos. Eu fiquei sem fala, não sabia como reagir ao que ele disse então apenas dei uma sorriso sem graça
-Obrigada! E, se me permite dizer, também acho você um ator incrível, e cantor também, obvio!-Eu disse e depois sorri
-Muito obrigado!- Ele me acompanhou no sorriso. Um dos assistentes falou que deveríamos ir até a área da cena então eu me levantei e começamos a caminhar juntos, o que ele me disse tinha me deixado melhor, mas eu ainda não estava à vontade e achava que não sairia perfeito- Olha, se te deixar mais a vontade, pega isso aqui- Ele falou de repente enquanto colocava a mão no bolso e retirava uma corrente dourada, provavelmente de ouro, me entregando- Essa corrente foi minha avó que me deu quando eu era muito pequeno, disse que eu deveria cuidar dela porque era uma corrente da sorte, que estava com ela no bolso quando conheceu meu avô!- Ele disse e na mesma hora eu arregalei os olhos
-Eu não posso usar isso!- Eu disse enquanto esticava minha mão pra entregar de volta
-Nem pensar!- Ele empurrou minha mão calmamente- Usa ela durante a cena, você vai ver, ela dá mesmo sorte e você vai fazer tudo perfeito!- Ele sorriu largamente pra mim e então eu coloquei a corrente no meu bolso. Fizemos a cena e ela ocorreu sem nenhuma falha, eu e Joe recebemos parabéns do diretor e quando ele se afastou mais eu me virei para Joe
-Muito, muito, muito obrigada!- Disse enquanto dava um abraço inesperado nele, que logo retribuiu- Se não fosse essa correntinha acho que meu nervosismo não deixaria eu continuar!- Disse sorrindo e me soltando do abraço, pegando a corrente do meu bolso e entregando de volta pra ele
-Er... Demi, se eu te contar uma coisa, você jura que não fica com raiva de mim?- Ele perguntou incerto enquanto coçava o cabelo da nuca
-Claro!- Franzi o cenho sem compreender
-Na verdade, essa corrente é de uma pulseira qualquer minha que caiu o pingente enquanto eu tava vindo fazer a cena, mas eu vi você do jeito que tava e achei que poderia te ajudar... No final você fez a cena apenas com o seu potencial, sem precisar de sorte nenhuma!- Ele disse, ainda incerto e meio receoso. Ao processar realmente tudo que tinha acontecido eu dei o meu melhor sorriso enquanto ele olhava pros lados, de um modo totalmente fofo, logo desfiz o sorriso e fiz uma cara irritada falsa
-Eu não acredito que você mentiu pra mim!- Me fingi de irritada e ele mordeu o lábio inferior, me fazendo rir- Você é maravilhoso sabia?- Perguntei ainda sorrindo e ele franziu o cenho- Se não fosse você eu provavelmente teria deixado meu nervosismo estragar a cena... Muito obrigada!- Sorri sinceramente e ele sorriu junto
-Então, que tal irmos tomar um sorvete enquanto não nos chamam pra mais uma cena?- Ele perguntou
-Não ouvi proposta melhor o dia inteiro!- Falei entrelaçando meu braço ao dele e indo comprar o sorvete

# Flash Back Off #

Olhei de novo para a caixa e peguei um pano que estava dobrado e tomava grande parte da caixa, o desenrolei sobre a cama vendo que tinha um ursinho embrulhado nele e logo percebi do que se tratava

# Flash Back On #

Era aniversário do Joe de 19 anos, eu tinha 16, quer dizer, quase já que faltava alguns dias... A nossa amizade estava cada vez melhor, nos ajudávamos em tudo e não passávamos um dia sem falarmos com o outro, nós éramos praticamente um e eu o considerava meu melhor amigo, junto com o Nick, claro! Eu estava planejando fazer uma festa surpresa pra ele, seria incrível, alugaria o melhor lugar, o melhor bufe, chamaria as melhores pessoas e os melhores dançarinos... Seria! Se eu não tivesse esquecido completamente da data! Era quase uma hora da tarde e eu nem tive tempo de comprar o presente de Joe, me sentia a pior melhor amiga do mundo! De súbito eu tive uma idéia e fui correndo até a gráfica mais próxima. Fiz um banner enorme escrito: “Parabéns Danger! Só não esqueça que agora tem 19 anos e não 5” Sabia que ele ficaria morrendo de raiva, mas que logo passaria e ele sabia que nossa amizade era assim, sempre iríamos querer cutucar um ao outro! Passei em um restaurante e comprei uma pizza do sabor preferido dele, cheguei na casa dos pais dele e eles falaram que Joe estava dormindo, muito cansado, e agradeceram eu ter ido passar o dia com ele pois teriam que ir urgentemente á casa do irmão de Paul que estava doente, Kevin tinha ido até uma loja de guitarras que estava em promoção e Nick tinha ido ver a Miley, ou a Selena... Não sabiam direito o que acabou me fazendo rir. No fundo esperava que fosse a Miley e que a historia dele com a Selena não fosse longe, como era o que aparentava, pois sabia que Selena se apaixonava e desapaixonava muito rápido, já a Miley realmente gostava do Nick e o Nick dela, mas não seria eu que iria me meter nesse meio!. Falei que deixassem tudo comigo que faria companhia ao Joe... Eles se despediram e eu fui arrumar a mesa, coloquei os pratos, talheres e copo, o refrigerante e a pizza bem no centro da mesa. Subi as escadas e fui até o quarto de Joe junto com o banner, abri a porta lentamente pra que ele não acordasse, coloquei apenas minha cabeça e percebi que ele não tinha se movido um músculo sequer, entrei no quarto e olhei melhor pra ele, estava de costas e com uma das mãos para fora da cama, a cabeça estava enterrada no travesseiro e sua boca estava meia aberta, o coberto não cobria praticamente nada do corpo, mostrando praticamente todas as partes dele, praticamente mesmo já que ele estava dormindo apenas com uma Box vermelha. Mordi o lábio inferior com a imagem a minha frente. Sabia que cultivava pelo Joe mais do que um simples sentimento entre amigos, mas também sabia que era impossível que houvesse algo a mais entre nós!. Joe era inalcançável. Era só ver os tipos de garota que ele saia e compará-las a mim. Era impossível competir e sabia que o máximo que o Joe sentia por mim era o sentimento de amizade, praticamente de fraternidade, pra ele eu era apenas uma irmã. E isso doía, mesmo eu não aceitando dizer que meu sentimento por ele era amor. De jeito nenhum!. Balancei minha cabeça pra tirar esses pensamentos, olhei pelo quarto e achei o lugar perfeito para colocar o banner. De frente pra cama dele havia um quadro enorme onde ele colocava diversas fotos, tirei o quadro cuidadosamente, fazendo de tudo para não fazer zoada e não derrubar as fotos, ao terminar coloquei o banner preso nos pregos em que estava o quadro, tinha ficado perfeito!. Olhei de novo para Joe e fui até ele, peguei uma das almofadas da cama e comecei a bater em Joe com ela, que acordou completamente assustado, com o rosto vermelho e amassado e os olhos arregalados, o que me fez começar a gargalhar
-Acha engraçado não é?- Ele perguntou arqueando uma sobrancelha
-Muito!- Disse ainda rindo. Ele pegou uma almofada e começou a bater em mim, fizemos uma pequena briga de travesseiros até que ele conseguiu pegar em meu pulso e me puxar pra cama me fazendo ficar no colo dele. Ele ficou me encarando com o rosto bem perto ao meu e tenho certeza que corei dos pés a cabeça, aposto que fiquei quase da mesma cor da cueca dele, esse pensamento me fez corar mais ainda. Percebendo meu estado ele deu um sorriso de lado. Idiota. Revirei os olhos e quando voltei percebi que ele encarava meus lábios, quando percebeu que eu tinha voltado a olhá-lo ele também corou e logo me soltou, esse ato fez com que quem desse um sorriso de lado dessa vez fosse eu
- O que é isso?- Ele perguntou olhando para o banner e logo fechando a cara, eu sorri largamente e o abracei de lado com os dois braços
-Feliz aniversario, Joe!- Disse animadamente, ainda mais ao perceber ele bufar pela frase do cartas. Eu amava irritá-lo. Me soltei dele ainda sorridente e ele me encarou, revirou os olhos e logo sorriu de canto. Ele nunca conseguiu resistir ao meu sorriso- Eu comprei a sua pizza favorita e olha que noticia incrível! Como os seus pais foram na casa do seu tio, Kevin foi comprar mais uma guitarra pra coleção e Nick saiu eu vou passar o dia inteira com você!- Eu praticamente gritei
-Você quer dizer que você vai ter um dia inteiro pra me tirar do serio não é?- Perguntou e logo mostrou um pequeno sorriso que queria surgir, eu sabia que ele estava brincando por isso dei língua infantilmente e ele começou a gargalhar
-Você é um idiota!- Empurrei o ombro dele que ainda sorria
-Um idiota que você não sabe viver sem!- Ele disse debochado e eu apenas arqueei as sobrancelhas, fingindo incredulidade nas palavras dele- Sabe, eu também tenho um presente de aniversario pra você, mas eu ia te dar só no dia do seu aniversario...- Ele disse casualmente enquanto me olhava
-Jura? Ai! Eu quero ver! Por favor, por favor, por favor!- Meus olhos brilharam, eu amava receber presente, mas também me senti culpada pois Joe já tinha comprado meu presente enquanto eu tinha deixado pra resolver tudo hoje!. Ele sorriu e foi até o guarda-roupa. Me amaldiçoei por pedir o presente justo agora pois tive a visão ainda melhor do corpo dele o que me fez ter pensamentos completamente inadequados pra se ter com um melhor amigo. Apesar que não foi tão ruim assim... Ele voltou com uma caixa e se sentou na cama de frente pra mim
-Não é nada demais, mas, quando eu vi, eu só consegui lembrar de você!- Ele sorriu e eu sorri de volta, abri a caixa e vi dois ursos de pelúcia brancos. Um tinha um cabelo preto de franginha picotada que ia até os olhos castanhos e vestia uma blusa do The Ramones, o outro tinha o cabelo escorrido e grande e com uma franja que também ia até os olhos castanhos um pouco mais claros e era em um corte reto, esse vestia uma blusa do Paramore- Somos nós dois!- Ele disse e eu olhei pra ele, que mantinha um sorriso no rosto- Esse, que sou eu, fica com você, e essa que é você, fica comigo! O que acha?- Ele perguntou enquanto me entregava o ursinho com a blusa do The Ramones. Peguei o ursinho nas mãos e depois olhei pro Joe, que mantinha o sorriso, meus olhos brilharam ainda mais, eu abri o melhor sorriso que eu tinha e pulei pra abraçá-lo apertado, sendo correspondida da mesma forma
-Você é o melhor, sabia?!- Eu perguntei enquanto ainda estava no abraço
-É obvio que eu sabia!- Ele disse convencido, como sempre, me fazendo rir... Como ele sempre fazia

# Flash Back Off #

Meus olhos marejaram e eu olhei envolta do meu quarto, me levantei da cama junto ao urso que representava a mim e fui até minha cômoda, abri a ultima gaveta e de lá tirei o ursinho que representava o Joe, meus olhos encheram ainda mais de lágrimas por ver que ele estava devolvendo todas as coisas que marcaram momentos importantes da nossa historia 

Esse seria um adeus definitivo vindo da parte dele?

E porque isso doía tanto se foi eu mesma que disse que nunca mais queria vê-lo?
Olhei para a caixa e tirei a folha que tinha uma tatuagem de rena de uma borboleta, lembrei exatamente do dia... O dia em que o Joe me salvou

#Flash Back On #

Eu estava na banheira no banheiro de um hotel em que eu dividia com toda a equipe dos Jonas Brothers e a minha. Eu estava abrindo o show pra eles, mas naquela noite eu não faria isso. Eu não conseguia. Meus pulsos estavam doloridos e com cortes que ardiam com o contato da água. Estávamos todos almoçando quando passou em um canal idiota de fofocas falando sobre mim e como eu não me encaixava no perfil da Disney onde só existiam garotas meigas, fofas, delicadas, gentis, humildes, magras e bonitas. Isso me fez sentir sem chão. Todos olharam pra mim imediatamente e meu maior desejo no momento era de ser invisível pra não passar a vergonha que eu estava passando. Mas eles tinham razão. Olha as maiores estelas da Disney: Hillary, Lindsay, Miley, Selena... Todas perfeitas e tão femininas! Já eu não passava de uma garota de maquiagem escura, blusas de bandas, cabelo ridículo e gorda!. Como eu poderia chegar a ser como as outras garotas da Disney? Era impossível pois cada vez eu estava mais e mais enorme. Uma baleia!. Gemi de dor ao sentir uma pontada em meu estomago. Eu tinha vomitado 4 vezes. A ultima delas apenas saiu um pouco de água e sangue, muito sangue, tanto sangue quanto o que escorria pelos meus pulsos. Ouvi batidas na porta e a voz da minha mãe mais uma vez me chamando. Mais uma vez eu não respondi e, depois de um tempo ela simplesmente foi embora. Eu me sentia tão humilhada. Ainda podia ver todos os olhares em cima de mim, não só os da equipe, mas também dos outros que se alimentavam no local. Provavelmente eles sentiram pena de mim e consigo imaginar como, depois de um tempo, quando me levantei e vim de volta pro quarto, eles começaram a falar de mim e como eu deveria está me sentindo, como eu deveria está sofrendo, imagino até as falas “Coitada da Demi” Sim, era tão fácil de imaginar que era quase como se eu conseguisse ouvir. E eu já estava farta disso tudo.
Ouvi outra vez alguém me chamar, mas dessa vez não era minha mãe, era uma voz masculina, mas também não era meu pai, Eddie. Por um minuto achei que fosse Nick e já iria mandá-lo embora, mas depois percebi que era Joe. Oh meu Deus. Agora minha vergonha se multiplicava por mil. Imagina o que ele poderia está pensando?. Ele deveria está com aquele olhar que ele sempre dá ao ver um cachorro maltratado na rua. Um olhar de pena. Como eu poderia querer que alguém como Joe Jonas olhasse pra mim?. Eu deveria ter vergonha na cara e nunca mais olhar na cara de nenhum garoto, nem muito menos achar que algum garoto poderia querer ter algo comigo!. Nem sequer meu verdadeiro pai me quis. Sim, meu pai. Ele foi o primeiro a ver o quanto eu era um ser desprezível e vergonhoso. Ele foi o primeiro a notar o quanto eu era um ser defeituoso. Mas então... Por que qualquer outra pessoa poderia querer está perto de alguém tão repugnante como eu?
Mais uma vez ele chama e bate desesperadamente na porta.
Mas porque eu deveria abrir ou sequer sair? Pra todos terem olhares de pena pra cima de mim?
Ele está batendo cada vez mais forte na porta
Eu deveria acabar de vez com a minha existência insignificante...
Ele está tentando arrombar a porta
E eu vou caindo lentamente pela banheira, até ter todo meu rosto afundado na água
Cada vez mais forte ele bate na porta para tentar entrar
E cada vez mais o ar vai saindo de meus pulmões. Cada vez mais eu quero emergir, mas pra que eu faria isso? Não existe nenhum motivo
E junto com a zoada do quebrar da porta, a escuridão vai se tornando ainda mais presente
Quase.
-Você está doida? Sabe o que estava prestes a fazer? Você tem idéia, Demetria?- Ele me tirou da água bem a tempo, mas minha cabeça dói pela carência de oxigênio, o que me faz respirar rápida e profundamente, abraço meu corpo nu, tanto pelo frio quanto pela vergonha de ter Joe na minha frente, mas ele parece tão desesperado que não percebe e me envolve em um abraço apertado, deixando eu repousar minha cabeça no peito dele- Não tem idéia do quanto fiquei preocupado!- Ele falou depois de longos minutos, aos quais consegui estabilizar minha respiração, ainda me abraçando, mas eu não sentia mais frio, o corpo dele me dava calor suficiente, tanto que me fazia não querer sair dos braços dele nunca mais, eu ouvia o coração dele bater acelerado e depois começou a se acalmar, nos braços dele eu me sentia protegida e sentia como se nada fosse capaz de me atingir, o problema era que eu continuava nua e isso me deixava completamente constrangida
-Er...Joe, será que... Que você podia pegar uma toalha pra mim?- Eu perguntei gaguejando um pouco
-Claro!- Ele se separou de mim e eu cruzei meus braços na frente do corpo, ele pegou a toalha e me entregou, peguei e me enrolei rapidamente, quando estava me preparando pra sair da banheira ele me interrompe- Deixa que eu te ajudo- Ele me pegou no colo e me levou até o quarto, me colocando sentada na cama- Espera ai!- Ele disse e eu assenti, ele voltou pro banheiro e pegou outra toalha, peguei-a e fui até o pequeno guarda-roupa que tinha ali, peguei um vestido azul florido e uma lingerie simples, coloquei a segunda toalha na cabeça e comecei a me enxugar com a outra, de costas para Joe, deixei a toalha cair sem querer, mas como já iria me vestir não liguei, afinal, Joe não iria me olhar. Pra que olhar pra alguém como eu?. Coloquei minha lingerie e logo depois meu vestido. Me virei pra Joe e ele estava me encarando. Senti meu rosto todo esquentar. Não acreditava que Joe estava me secando descaradamente. Logo a mim?. Pra disfarçar o rubro e retirei a toalha de meus cabelos e comecei a enxugá-los- Vem cá que eu te ajudo!- Ele disse calmamente dando leves tapas no lugar a frente dele, que estava sentado na minha cama, andei até lá e dei a toalha pra ele, logo depois me sentando de costas pra ele. Ele enxugava meu cabelo provavelmente do jeito que ele enxugava o dele, o que provavelmente embaraçaria ele inteiro, o que acabou me fazendo rir
-Pelo visto você não manda muito bem enxugando o cabelo de garotas!- Disse ainda sorrindo e ele riu
-Pelo visto não!- Ficamos mais um tempo em silencio, até que Joe o quebra- Quer me dizer porque fez uma loucura dessas?- Ele perguntou calmamente deixando de enxugar meu cabelo, me levantei e fui até a penteadeira, sentindo ele seguir todos meus passos com os olhos, pegue o creme e a escova e voltei pra cama, sem encará-lo, entreguei a ele os dois e voltei a me sentar de costa pra ele que passou o creme em meus cabelo e logo começou a tentar desembaraçá-los. Ele não era bom e muitas vezes puxava meu cabelo, mas era bom sentir ele se esforçando pra fazer tudo certo
-Eu não sei!- Respondi depois de um tempo enquanto mordia o lábio inferior
-Como não sabe?- Ele perguntou ainda calmo
-Eu... Eu só não achei que eu fosse importante... - Ele parou bruscamente e me fez virar de frente pra ele
-Escuta aqui Demi!- Ele colocou as duas mãos em meu rosto, me obrigando a encará-lo- Nunca! Jamais repita uma coisa dessas! – Ele tentava aparentar que estava irritado, mas, mais do que isso, ele estava nervoso- Se você pensou isso por causa do que aquela imbecil da TV falou então iremos ligar agora mesmo pros seus advogados e vamos processar ela! Entendeu? Ela não tem o direito de te dizer que você não é perfeita pra estar onde está! Alias, ninguém tem esse direito! Você não sabe o quanto eu fiquei preocupado quando você não respondeu ao meu chamado! Você não tem noção de quanto eu me desesperei quando te vi daquele jeito na banheira! E não faz idéia do quanto dói ver você com essas malditas marcas nos pulsos!- Minhas lágrimas já desciam livremente pelo meu rosto e eu percebia que ele tremia levemente. Eu não achava que ele tivesse percebido as marcas de cortes, e isso me deixou tão envergonhada de mostrar o quanto eu sou fraca pra ele... Mas o jeito que ele estava... A pena que eu tinha medo de ver não estava lá... Ele estava apreensivo!- Não ouse dizer mais uma vez que você não é importante, porque você não sabe o quanto você é importante pra mim, ouviu?!- Ele olhava no fundo dos meus olhos e a única coisa que eu consegui fazer foi abraçá-lo o mais forte que eu conseguia, e ele fez o mesmo comigo. Força. Foi isso que ele me deu. Ele me deu força. Com aquele abraço, ele queria me mostrar que eu era forte o suficiente pra vencer meus problemas, mas que se algum dia eu fraquejasse, ele estaria lá comigo para me dar a força necessária

# Flash Back Off #

Ele me deu a tatuagem pra por no pulso e disse que era pra eu fingir que a borboleta era de verdade e que se eu me cortasse, eu estaria matando a borboleta, foi o maior tempo que eu passei sem me cortar, graças a ele. Eu queria tanto poder ter aquela força comigo agora, queria tanto poder ter ele me fazendo sorrir... Mas eu não tinha, não agora, e não iria ter nunca! Eu queria parar de ver o que tinha naquela caixa, mas acho que eu tenho um espírito masoquista que acabou me levando a sentar na cama d novo, junta aos ursos e de volta a mexer nela. Achei uma das coisas que eu já esperava: Nossa pulseira da amizade

# Flash Back On #

Estávamos nas gravações de Camp Rock 2: The Final Jam!. Eu e Joe iríamos gravar a cena da nossa briga, pra mim era a cena mais intensa do filme e a que eu achava a mais importante, acho que Joe também pois ele estava inquieto o dia todo durante as outras gravações, ele estava sentado na escada da varanda na casa onde seria gravada a cena
-Posso saber o que está acontecendo pra está tão nervoso?- Perguntei assim que me sentei ao lado dele
-Não é nada... - Ele disse enquanto olhava pra lua, eu o encarei com um sorriso de lado
-Joe! Acho que agente se conhece a tempo demais pra você ficar mentindo pra mim!- Falei calmamente e ele me encarou
-Você acha que me conhece melhor do que eu mesmo, Demi!- Ele falou estressado e revirou os olhos. Não era costume ele falar assim comigo, alias, acho que ele nunca tinha falado assim comigo e isso me magoou
-Não mais do que você, mas eu te conheço bem Joe, e você também sabe disso, afinal, você que abriu espaço na sua vida pra que eu pudesse fazer parte dela! Mas se estou te incomodando é só avisar, não precisa ficar sendo grosso comigo só porque estou preocupada com meu melhor amigo, não precisa me aturar se não me quiser por perto!- Disse e tentei me levantar mas ele puxou meu pulso o que acabou fazendo com que eu sentasse de novo
-Foi mau! Não deveria jogar minhas frustrações em cima de você!- Ele disse me encarando e eu apenas suspirei e dessa vez eu que encarei a lua- É que... Todos os críticos me acham ótimo pra fazer comedia, mas um desastre em qualquer outro gênero... Mas eu não queria isso! Sempre quis ser ator mas não de um gênero só! Claro que eu amo comedia, mas essa cena, por exemplo, eu posso estragá-la, entende?- Ele falou frustrado, também encarando a lua. Eu queria confortá-lo, mas não sabia direito o que dizer, até que tive uma idéia
-Sabe, eu também fico bem nervosa... Mas você atuando é incrível! Não deveria ter medo, precisa acreditar mais em você mesmo!- Eu disse e ele me encarou com um sorriso no rosto, afinal, ele que tinha me dito coisas parecidas a essas quando era eu que estava insegura – Você é incrível Joe, e estou falando isso de verdade! Confio em você e sei que você tem uma capacidade surpreendente! Não deixe que esses críticos idiotas façam você pensar ao contrario! Se eles fossem bons o suficiente estariam fazendo o que fazemos e não criticando quem conseguiu realizar seu sonho!- Disse encarando ele e empurrando o ombro dele com o meu, ele sorriu largamente e me abraçou
-Muito obrigado, Dems!- Ele falou com a cabeça na curva do meu pescoço, o que me fez arrepiar instantaneamente- E, se me permite dizer, também acho você uma atriz incrível, e cantora também, obvio!-Ele disse e começamos a rir
-Olha, tenho uma coisa pra te dar!- Eu disse saindo do abraço e tirando duas pulseiras do meu bolso, ele franziu o cenho e eu ri- Não é uma pulseira da sorte nem muito menos uma simples pulseira sem valor nenhum pra mim! É uma pulseira da amizade!- Eu coloquei uma no braço dele e a outra na minha- Ela representa que eu estou sempre contigo, mesmo que não esteja fisicamente, mas que mesmo assim você pode contar comigo em todas as horas e em todos os momentos!- Eu disse e ele sorriu
-E eu também estou contigo! Você sabe disso!- Ele falou e dessa vez ele que me empurrou, voltamos a olhar pra lua e eu apoiei minha cabeça no ombro dele, que passou a mão pela minha cintura- Eu te amo, sabia?!- Ele quebrou o silencio me fazendo arregalar os olhos e ficar sem resposta. Ele nunca tinha dito que me amava, na verdade, acho que ele só dizia que amava a família dele, mas logo lembrei que o tipo de amor dele era exatamente isso... Um amor de família, um amor de irmão pra irmã... Então me controlei e dei um sorriso fraco
-Obvio que eu sabia! Alias, quem não me ama?- Eu disse debochada e ele deu uma risada irônica o que me fez gargalhar- Eu também te amo, Joe!- Falei depois de um tempo e ele encostou a cabeça dele na minha.
O problema era que o nosso modo de amar era totalmente diferente.
# Flash Back Off #
As lágrimas já caiam livremente pelo meu rosto sem que eu me importasse em enxugá-las. Peguei algumas folhas que tinha dobradas mais ao fundo e as desdobrei vendo letras e partituras de músicas que costumávamos fazer. Também um frasco de perfume que estava quase no fim, era o perfume que ele usava e que eu tinha dado pra ele á algum tempo, involuntariamente o coloquei no urso e o abracei, logo sentindo o cheiro dele impregnar em meu corpo e por todo meu quarto me fazendo lembrar de como era bom sentir o cheiro dele em todas as partes depois que passávamos noites e noites fazendo amor. Balancei a cabeça afastando esses pensamentos e voltei a olhar pra caixa, havia sobrado apenas duas coisas: Um papel dobrado e um saquinho feito de pano. Peguei os dois juntos e abri o saquinho. Minhas lágrimas desceram compulsoriamente e, se eu não estivesse sentada, com certeza meus joelhos não suportariam e eu teria ido ao chão. Dentro do saco, estava à aliança que ele tinha me dado quase duas semanas antes do dia em que eu o peguei com a Nicole

#Flash Back On #

Joe e eu estávamos fazendo um piquenique no parque da cidade, ele tinha preparado tudo, cada detalhe, comprado as melhores frutas, melhores comidas, melhores doces, melhores salgados e preparado o melhor lugar, ele estava sendo perfeito, não só nesse piquenique mas desde que tinha me pedido em namoro, ele estava cada vez melhor e o máximo que tivemos foi duas brigas e por coisas irrelevantes e que sempre acabava nos levando para a cama. Eu não conseguia parar de sorrir perto dele, ele me fazia tão bem!
-Agora! Temos que fazer um brinde!- Ele disse levantando a taça de vinho que ele segurava, levantei a minha de suco de laranja, já que não bebia mais qualquer tipo de álcool
-Poderia saber ao que?- perguntei sorrindo enquanto ficava de joelhos, do mesmo jeito que ele estava
-Pelo real motivo de estarmos aqui!- Franzi o cenho sem entender, achava que o motivo de estarmos aqui era apenas termos um tempo para namorar!. Ele respirou fundo e umedeceu os lábios- Demi, eu não sei como posso falar isso... Na verdade nunca achei que chegaria essa fase da minha vida, pelo menos nunca imaginei isso...- Ele deu uma pausa e mordeu o lábio inferior- Quando eu estou com você eu me sinto leve, me sinto eu mesmo, me sinto feliz e tenho vontade de gritar ao mundo que eu estou namorando a garota mais incrível do universo, me sinto de um jeito que eu nunca senti, eu me sinto completo! E, pode parecer um pouco precipitado, pra falar a verdade eu sou todo precipitado... Mas, eu quero fazer isso, de verdade!- Eu não estava entendendo nada até que ele tirou do bolso da calça uma caixinha preta de veludo. Meus olhos arregalaram e meu queixo caiu, de repente respirar se tornou difícil- Demi, quer casar comigo?- Ele perguntou olhando nos meus olhos e segurando uma das minhas mãos em quanto que com a outra segurava a pequena caixinha aberta, mostrando as duas alianças que estavam dentro. Meu coração batia rápido, quase como se fosse sair perfurando meu peito, tive até medo que outras pessoas o ouvissem, meus olhos estavam marejados, mas eu não sabia o que responder... Eu amo o Joe mais do que eu amei qualquer homem e sei que minha felicidade só é duradoura ao lado dele, mas eu só tinha 20 anos... Eu era muito jovem...
-Eu... Eu não sei o que...O que responder!- Eu falei quase sem fôlego e ele deu um sorriso de lado
- Eu não estou falando de casarmos agora, de jeito nenhum, mas isso é uma prova de que eu quero algo realmente serio com você, Demi... Não precisa ficar com medo, não vou te arrastar pro altar- Ele riu e eu o acompanhei, relaxando mais- Então? Daqui a algum tempo, quando não agüentarmos mais segurar nosso amor apenas dentro do peito, quando não agüentarmos mais não podermos mais dormir uma noite sequer longe do outro, quando quisermos esfregar na cara de todo mundo que agente se ama sim de verdade e que nos vamos ficar sim juntos pra sempre... Você aceita se tornar minha mulher pra toda a eternidade?- Ele perguntou com um sorriso no rosto e minha primeira lágrima de felicidade caiu. Eu sorri como jamais sorri em toda minha vida e pulei para abraçá-lo, fazendo com que caíssemos na grama
-Obvio que eu aceito!- Eu disse animadamente começando a espalhar diversos beijos pelo rosto dele, ele pegou uma das alianças e colocou no meu dedo anelar da mão direita, depois eu peguei a outra e coloquei no dedo dele
-Agora Demi, você será minha pra sempre!

# Flash Back Off #

“Você será minha pra sempre”

“Você será minha pra sempre”

“Você será minha pra sempre”

As palavras dele rondavam minha cabeça e eu joguei a caixa no chão com tudo, comecei a jogar todas as coisas, todas aquelas lembranças, o mais longe possível. As lágrimas saiam dos meus olhos ardendo como se fossem feitas de sangue. Eu odiava o Joe por ter me feito juras de amor, por ter me iludido e me machucado de novo, mas, acima de tudo, eu me odiava pois eu continuava sofrendo por ele mesmo tendo prometido a mim mesmo no começo do namoro que, caso algo desse errado, eu não choraria mais... Eu era tão estúpida!. Me deixei cair encostada na cama, chorando como nunca mais achei que poderia... Achei que minhas lágrimas já estivessem secas, mas ainda havia muito mais, eu soluçava e tremia tentando pará-las, mas sabia que era inútil. E mesmo se parassem, a dor do meu coração não sumiria.  Vi que ao meu lado havia uma folha, a ultima coisa que restava de toda a caixa, eu não queria lê-la, não queria me machucar mais, mas não fazia a mínima idéia de onde ela era, não me lembrava onde ela estava relacionada ao meu passado. Movida pela porcaria da minha curiosidade eu peguei-a e a abri, e logo percebi que ela tinha sido escrita pelo Joe diretamente pra mim

Oi Demi!
Eu não sei exatamente como eu posso começar isso, acho que simplesmente pedir desculpas não adiantaria, com toda certeza, afinal, você deve está me odiando agora, mas... Eu queria que você soubesse que todas as coisas que vivemos não foi mentira! Todas as palavras, as declarações, os toques, o sentimento e quando eu disse que te amava, não era mentira! Eu te amo Demi, muito mesmo e você não sabe como eu estou agora... Eu vi as fotos que estavam dentro do envelope, mas eu juro por tudo que houver de mais sagrado que eu nunca te trai além daquele dia, alias, naquele dia e fui dopado pela Nicole... Mas é obvio que você não vai acreditar, se fosse eu no seu lugar não acreditaria em sequer uma palavra do que estou dizendo agora, afinal, eu parti seu coração, duas vezes! E é por isso, por eu te fazer tão mau, por te fazer sofrer, por te deixar triste e por você merecer alguém bem melhor que eu, que eu estou desistindo, mesmo você sendo a única garota que eu realmente posso dizer que já amei... Sua felicidade é mais importante pra mim do que o meu coração está em pedaços... Mas, eu não quero que você me odeie, eu simplesmente não me imagino vivendo com o seu ódio! E é pra isso que te mandei essa caixa, pra te lembrar que eu sou sim um idiota, mas que eu também já te fiz feliz e que vivemos coisas incríveis juntos! Você é uma garota perfeita, mesmo não acreditando nisso, e eu tentei ser o garoto perfeito pra você, tentei ser romântico, tentei ser atencioso, tentei demonstrar todos meus sentimentos sem medo, mas se eu nunca consegui, porque iria conseguir agora, não é mesmo?! Eu sempre acabo errando e te fazendo sofrer, o problema Demi é que sempre que você sofre, eu sofro junto, mesmo você não acreditando... Eu apenas peço pra que seja feliz! Encontre alguém que consiga te fazer sentir o que eu, com todos os meus defeitos, não consegui... Mas, por favor, nunca duvide, ninguém poderá te amar como eu te amo. Posso ser sincero? Não sei o que faço. Sinto uma vontade imensa de te esquecer, sumir da sua vida e passar a viver sem você, pelo simples fato da minha existência ser tão dolorosa pra você. Mas, todas as vezes que me vejo vivendo sem você sinto minha garganta apertar, e imediatamente, as lágrimas banham meus olhos, porque viver sem você seria como ser condenado a uma vida sem felicidade. Mas… Pensando bem, conviver com o desejo insaciável não saciado de você é como viver num inferno. Assim como todas as histórias de amor, tudo começou bem, porém, conforme o sentimento e conforme o meu coração foi te querendo cada vez mais, cheguei a um ponto onde simplesmente existir sem você ao meu lado doía, não é drama, sou eu, eu sou assim. Desejo, mais do que qualquer outra coisa permanecer, mas estar perto, sem te ter e te fazendo sofrer, dói demais e eu não poço te fazer infeliz. Palavras são insuficientes. Às vezes não dizem tudo. Mas nunca esqueça Demi: Eu te amo! E, mesmo que a Nicole, com os planos dela, tenha ganhado dessa vez, quero que você saiba que sempre será parte de mim. Você conquistou um lugar mais que especial no meu coração, que eu vou levar comigo para sempre e ninguém pode substituir… Mas, acima de tudo, você é a primeira mulher que amei verdadeiramente. E não importa o que o futuro traga, você sempre será, e sei que minha vida é melhor por causa disso.
Joe Jonas.

Fiquei algum tempo ainda com a carta na mão e com meus olhos cheios de lágrimas, mas elas não caiam mais. Reli de novo e tentei fixar as palavras dele na minha memória, e, em um súbito te coragem, me levantei bruscamente da cama e fui até o meu celular, procurei o numero e liguei, no terceiro toque atenderam
-Demi!- Disse uma voz animada
-Mandy! Você sabe onde a Nicole mora?- Eu estava decidida e já sabia o que deveria fazer. 

34 comentários:

  1. kkkkkkkkkk viu diva...
    Deus abençoa os insoniados kkkk essa palavra existe...aqui estou eu em minha insonia continua quando PAH!!!vc postaaaaa e mais uma vez fui abençoada kkkkkk
    a fic tá acabando vou chorar...buaaaaaaa
    mais outras virão né pleaseee....
    Pelo menos no meu sonho a Miley larga o ganguru albino e e Jemi e real kkkkkk
    adorei os flas como sempre perfeito,fiquei até triste eu heim ....
    Bjuuuu perfeito como sempre amiguinhaaaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aii!! Que bom que gostou!!! Quando to escrevendo sobre Jemi sempre fico pensando "Será que a Karoline Nunes vai gostar?" kkkkkkkkkkkkkk'
      No próximo capitulo vou falar sobre minha próxima Fic! rsrs'
      Que Deus realize esse seu sonho! Por favor!!!
      Bjss Amiga :*

      Excluir
    2. Divaaaa...vc nunca me decepciona impressionante eu até comecei a gostar de Niley por que vc escreve de um modo apaixonante e vicianteeeee,serio amiguinha eu vou na tarde de autográfos do seu livro kkkkkkkk e mais uma vez sei que vc e uma Jonas,e estava lá quando tudo aconteceu,vc não tá escrevendo uma fic tá relatando os fatos,não mente p mim...
      Bom cap Jemi perfeito e que venha o fim da fic e não o fim da sua carreira como escritora....
      Bjuuuuu e EUTEAMOOOOOOOOOOOOOOOO

      Excluir
    3. Uhuuu!! Que bom! Mais uma Team Niley, o mundo precisa disso! kkkkk' Que bom que gostou, de verdade! Queria eu ser uma Jonas, ai que sonho... Mas quem sabe não seja isso? Vai saber, a vida imita a arte e a arte imita a vida! #PoetaHoje
      To simplesmente apaixonada por essa penúltima frase! kkkkkkkkkk' <3
      Bjss!! Tb te amoo!!!

      Excluir
  2. Sabe aquele momento que voce fica sem internet e se desespera? eu estava nesse momento... ate que pedi a senha do wi-fi do meu vizinho... e foi a melhor escolha da minha vida, pq alem de ter 15 mega VOCE POSTOU E EU ESTOU AQUI CHORANDO HORRORES E SORRINDO FEITO UMA HIENA DE TAO PERFEITO ESSE CAP. Cara.... eu achei tao... tao perfeito nenhuma outra palavra define. Jemi é perfeito eu amo tipo MUITO... tambem amo Niley mais Jemi cara AWN MY BABIES
    Ainda to aqui derrubando horrores de lagrimas do meu olho, ja li e reli 3 vezes de tao perfeito que esta... espero sinceramente la do fundo do meu coracao (mentira... eu desejo isso desde que a nicole apareceu na fic :) que a Demi pegue essa v**** pelos cabelos e esfregue a cara dela no olho quente u.u ( i'm bad )
    Demi Boss acaba com essa vaca, nao deixe tadinha das vacas... eu ainda gosto de carne :p
    ANTE PUNULTIMO??? OH GOSH #dead
    POOSTA LOGUINHO bubu' PLEASE DIVA
    you're D-I-V-A
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk' Aiii!!! To apaixonada por esse Coment! kkkkk' Que bom que gostou, de verdade, e agradece o seu vizinho por mim! kkkk' Briga entre Nicole e Demi? Hmm... Pode deixar! kkkkkk'
      Obg!! vou postar loguinho!! :D
      Bjss :*

      Excluir
    2. Agradeço sim!! kkkkkkk AWWN *--* eu amo um bom barraco u.u
      :*

      Excluir
  3. POR FAVOR POSTE O MAIS RÁPIDO POSSIVEL SUA LINDA,SE TIVER TWITTER,POR FAVOR ME PASSA, ME PASSA PRA EU STALKEAR VC AHAHAHAHAHA VOCÊ É DEMAIS,AMO SUA FANFIC E SE VOCE FIZER MAIS E DEPOIS MAIS,EU VOU LER,PQ VC É INCRIVEL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk' Meu Twitter é @_GiovannaLira
      Que bom que gostou do Capitulo e espero que a Fic continue agradando nesse final! :D
      Obg, Obg!! *-*
      Bjsss :*

      Excluir
  4. COMO ASSIM ANTI PENULTIMO? OOOOH GOD! ACHO QUE NÃO VOU CONSEGUIR MAIS VIVER!!
    AAAAAAAAAAAAAAAAAAA JEMIIII! Ok, eu amo Niley, mais Jemi é meu ar/vida/chão/terra!
    Não sei se falo pra você postar que eu to curiosa ou se não porque eu não quero que acabe!
    PS: Obrigado por me fazer chorar horrores, se eu acordar com os olhos inchados culpa sua!!
    Beijooss!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk' Aii!!! Nem pense em morrer que quero Você e seus super comentários na minha -talvez- futura Fic!! :D
      kkkkk' Desculpa, mas espero fazer você chorar ainda mais com o Final da Fic! kkkkkkk'
      Bjss :*

      Excluir
  5. Nova seguidora... quer dizer, seguidora do blog porque a fic eu acompanhava ela, a muito tempo, no Nyan, mas como eu nao tinha usuario, nao podia comentar. Fiquei louca quando soube que as fics foram apagadas, mas depois fiquei sabendo desse blog.
    Eu queria que você pudesse divulgar meu novo blog
    "My Heart Beats For Love"
    http://myheartalwaysbeatsforlove.blogspot.com.br/
    é Niley.
    Enquanto ao capitulo, perfeito como sempre. Estou aguardando o proximo.
    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah!! Seja bem vinda ao Blog!! Que bom qe não desistiu da Fic :D
      Pode deixar que na Minha próxima postagem eu Divulgo!!
      Que bom que gostou! Bjss :*

      Excluir
  6. OMG!!!! que perfeito *-*
    amei esse capitulooo...
    espero que A Demi voltei com o joe rapidoo afinal dessa vez
    a culpa nao foi dele e sim daquela nojenta da Nicole..
    posta logoooo muito curiosa para saber oque a Demi vai fazer
    kiss and bye

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aii!! Que bom que gostou! Fico muitooo feliz!!
      Pode deixar que a Demi vai dar um jeito nessa historia! :D
      Bjss :*

      Excluir
  7. Nossa, que capítulo lindo! E olha que nem ligo muito pra cenas Jemi! Hahahaha sério, todos esses flashbacks foram perfeitos.Own um foi feito pro outro! A Demi tem que voltar pro Joe!
    Estou amando cada vez mais a sua fic!
    Posta logo!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk' Que bom que gostou! Fico muito feliz, de verdade!
      Logo a historia Jemi vai se resolver! :D
      Bjss :*

      Excluir
  8. Aww ' Posta Logo,To Super Curiosa Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar que vou postar loguinho!!
      Bjss :*

      Excluir
  9. É o seguinte, eu to super curiosa por isso vou comentar de novo porque eu já li e reli esse cap milhões de vezes! POR FAVOR, POSTA LOGOO, EU PRECISO VER SE A DEMI VAI DAR UMA SURRA NA NICOLE!
    É sério...necessito disso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk' Desculpa pela demora, é que minha criatividade me abandonou e agora eu decidi mudar um bando de coisas que iriam acontecer e, eu acho, que ficou um pouco mais legal... Não pra Jemi, infelizmente!
      Bjss :*

      Excluir
  10. Oiie amoree, sou nova seguidora e leitora aqui! Estou apaixonada pela sua fic, ameiiii o capítulo... Por favooor necessito de um outro capítulo, posta logoooooo! Tem selinho pra vc no meu blog,( http://nileyyever.blogspot.com.br/2013/01/selinho.html )
    Um bjoo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aii, seja bem-vinda!!!
      Que bom que gostou!! Vou postar o mais rápido possível!! -Minha criatividade me deixou esses dias!! :(-
      Obg pelo selinho!!
      Bjss :*

      Excluir
  11. oie amiguinhaaaa.
    Tá sumidinha heim....
    selinho p vc no meu blogger tbm...
    saudades beijosss

    http://paraguanicutirimiruaro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha criatividade resolveu me abandonar, Mas to fazendo de tudo pra escrever!!
      Amei o selinho! Obg!! :D
      Bjss :*

      Excluir
  12. PERFEITAAAAA, POSTA OUTRO CAP LOGOOOOO PRECISO LER, LI TODA A FIC DE ONTEM DE NOITE ATÉ AGORA SIMPLESMENTE PERFEITA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwn!! Seja bem vinda!!
      Vou postar o mais rápido possível, prometo! rsrsrs'
      Bjss :*

      Excluir
  13. nova seguidora !
    ameeeeeeeeeeei , tipo assim ameeeeeeeeeeei muito !
    divulga para mim ? se gostar divulga e comente , tá !
    http://deatherine-s2.blogspot.com.br/

    Beijos, posta loooogo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda!!!
      Que bom que gostou do capitulo!! Fico muitooo feliz!
      Pode deixar que vou divulgar!! :D
      Bjss :*

      Excluir
  14. Tem 2 selinhos pra você no meu blog
    http://myheartalwaysbeatsforlove.blogspot.com.br/2013/02/1-selinho.html
    Beijos!!

    ResponderExcluir